Vice-presidente do Simesc comemora saída de cubanos do Mais Médicos e coloca em dúvida capacidade de profissionais
19/11/2018 10:16 em Jornalismo

O vice-presidente do Sindicato dos Médicos de Santa Catarina, Leopoldo Alberto Back, acha que o Brasil vai ganhar com a saída dos médicos cubanos do país. O anúncio feito na semana passada pelo governo de Cuba gerou enorme repercussão, inclusive do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Leopoldo colocou em dúvida a capacidade dos profissionais e disse que "não é a simpatia que vai resolver os problemas da população". O vice-presidente também atribuiu  ao PT as "mentiras" sobre os benefícios do programa. O representante do Simesc contou que razões políticas fizeram o sistema ser burlado e muitos profissionais de Cuba serem chamados antes dos brasileiros, o que seria ilegal.

Entrevista - Leopoldo Alberto Back, vice-presidente do Simesc

 

Foto: Divulgação

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!